Volta às aulas? Saiba como preparar lanches gostosos e saudáveis

Em 16.02.2016   Arquivado em Alimentação

As aulas já voltaram! Lista de materiais, uniformes, mochilas e lancheiras juntamente com outras preocupações foram os temas mais comentados entre os pais ultimamente. Também bate aquela ansiedade nos pequenos – e nos grandes (pais) – que ficam contando os segundos para conhecerem a nova escola ou turma. Com a correria, a lancheira é a última coisa que é lembrada. Para ajudar os pais a proporcionar uma alimentação balanceada a seus filhos, a nutricionista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Cintya Bassi ensina a preparar uma lancheira saudável.

Cintya lembra que uma lancheira saudável deve ser planejada com antecedência. “De última hora fica mais difícil fazer escolhas saudáveis e ai a mãe acaba optando pelo que é mais rápido e pronto, mas que nem sempre é saudável, como biscoito recheado, salgadinho, refrigerante”. Segundo a profissional, o lanche deve ser composto com alimentos de três categorias diferentes, os construtores que ajudam na construção da massa muscular e auxiliam o sangue e os órgãos, os reguladores que fornecem as vitaminas, minerais e fibras, e os energéticos que dão energia necessária para o bom funcionamento do corpo, explica a profissional.

“Como opções de alimentos energéticos se destacam os pães integrais, a tapioca, o pão de queijo e bolos caseiros simples. Para os reguladores podemos incluir na lancheira frutas, verduras e legumes, que devem ser diversificados e em alguns casos já enviadas picadinha para a criança, não se esquecendo de opções como as frutas secas e oleaginosas, como castanhas e nozes e vegetais como tomate cereja, cenoura baby e milho. Os alimentos construtores podem ser oferecidos como queijos magros, iogurtes, leite fermentado e até mesmo como patês de frango ou atum”, comenta Cintya.

Lancheira gostosa e saudável?

Uma lancheira gostosa pode sim ser saudável acima de tudo, “devemos evitar oferecer na hora do lanche frituras, alimentos industrializados, processados, que são ricos em corantes, conservantes e sal, como por exemplos: frios, salsicha, salgadinho de pacote, refrigerantes”, diz a profissional do Hospital e Maternidade São Cristóvão.

Se resistir a um doce é difícil até para gente grande, imagina então para os pequenos. A nutricionista diz que não devemos privá-los destes alimentos, “é importante oferecer sempre em porções pequenas, pra que não atrapalhe o apetite, e sempre que possível devemos optar pelos doces mais saudáveis como compotas a base frutas e alfarroba, por exemplo”.  Outro cuidado que devemos ter ao fazer o lanche é com os sucos, sempre dar preferência ao natural feito em casa e se não for possível Cintya recomenda sempre ficar atento ao rotulo dos produtos, “os sucos industrializados possuem quantidade considerável de açúcar e de outros aditivos químicos, como corantes, aromatizantes e conservantes e por isso devem ser evitados”, ressalta.

Outra dica da nutricionista é sempre variar na escolha dos alimentos, “além de sucos podemos enviar chás gelados que possuem substâncias boas, os antioxidantes, mas também são ricos em açúcar e cafeína, por isso não devem ser consumidos habitualmente. Uma boa opção é preparar o próprio chá e dosar a quantidade de açúcar”. Ela também indica oferecer frutas, “devemos apenas tomar os cuidados específicos com cada uma, se a fruta é daquelas que oxidam mais rápido, passe limão antes de embalar. Frutas mais delicadas como pêssego e pera também devem ser embaladas de maneira que não amassem”, ressalta Cintya.

“Os hábitos saudáveis devem ser uma extensão do que ocorre em casa, porque a criança não vai querer comer fruta na escola se em casa isso não é rotina” finaliza a nutricionista do Hospital e Maternidade São Cristóvão.

Cintya elaborou uma receita especialmente para a volta às aulas, confira abaixo:

bolo de laranja e aveia

Bolo de Aveia com Laranja

  • 2 xícaras (chá) de aveia em flocos finos
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • ½ xícara de (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 laranja madura, grande com casca e sem sementes
  • 4 ovos

Preparo:

Corte a laranja em pedaços e coloque no liquidificador com os ovos e o açúcar. Misture numa tigela a aveia, a farinha e o fermento e após misture ao creme pronto. Coloque a massa em uma forma untada. Leve ao forno pré-aquecido, por aproximadamente 35 minutos em temperatura média.

Espero que tenham gostado!!! 🙂

Beijos e até mais! 

Atenção com a lista de material escolar “abusiva”!

Em 25.01.2016   Arquivado em Mundo Mãe

Olá!!!

A volta às aulas está aí e muitos pais deixaram para em cima da hora a compra do material escolar. As papelarias estão cheias, os telefones não param de tocar para pedidos e eu notei uma grande diferença de uma lista para outra em meia hora que fiquei em uma papelaria. Por isso, vou esclarecer alguns iten que são considerados abusivos pelo PROCON – a nível nacional.

“A escola só poderá requerer os materiais utilizados nas atividades pedagógicas diárias do aluno (folha de sulfite, papel dobradura, tinta guache, lápis, caneta, borracha, etc), em quantidade coerente com as atividades praticadas pela mesma, sem restrição de marca.
Não pode ser incluso na lista, materiais de uso comum (produtos de higiene, limpeza, atividade de laboratório, etc), bem como os utilizados na área administrativa. A prática, além de abusiva, nos termos do artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor, é proibida, como dispõe o parágrafo 7º do artigo 1º da Lei 9.870/99:
“Será nula cláusula contratual que obrigue o contratante ao pagamento adicional ou ao fornecimento de qualquer material escolar de uso coletivo dos estudantes ou da instituição, necessário à prestação dos serviços educacionais contratados, devendo os custos correspondentes ser sempre considerados nos cálculos do valor das anuidades ou das semestralidades escolares”.”
Ou seja, a escola pedir 100 folhas de papel dobradura, caneta para quadros, entre outros itens não considerados para uso exclusivo do aluno é totalmente proibido pela Lei e nós, consumidores, temos o amparo para conversarmos com a coordenadoria da escola sobre isso.
Abaixo estão alguns itens proibidos que o Procon do Maranhão, Sergipe e Rio de Janeiro fizeram para alertar os pais:
lista material proibido maranhão
lista material proibido de Sergipe
Lista de material proibido - Rio de Janeiro
Na lista de material da escolinha do Pedro tem apenas 5 itens e todos são para uso exclusivo dele durante todo ano letivo. Isso me deixa tranquila e mais segura da escolha que fizemos.
Conhece alguma escola que pediu material além do permitido? Conte aqui pra gente! É nosso trabalho defender nossa comunidade e fazer valer a Lei.
Beijos e ótima semana para todos nós!!! 
Siga a gente no Instagram: @blogmamaeantenada