Viagem internacional com bebê! Parte 1: Passaporte

Em 30.05.2016   Arquivado em Viagem

Eu sempre AMEI viajar! Meus pais sempre tiravam férias umas 2x por ano e viajávamos. Saíamos as vezes cedinho cedinho, outras vezes de madrugada, depende para o lugar que íamos, praia, serra… O lugar mais longe que fui com eles foi para o Nordesde e de carro! 😀 Fomos com mais 1 família e imaginem a farra de 5 crianças e 4 adultos fazendo esse tipo de viagem. Acho que é pela minha infância que eu sempre sonhei em viajar com a minha família, sendo meu filho ainda bebê. ♥

A primeira vez que viajamos com o Pedro foi para Mato Grosso do Sul, mais especificamente em Cuiabá e Araputanga (muito, mas muito longe de Cuiabá rs), fomos a um casamento de amigos nossos, no qual fomos padrinhos. Foram 2 horas de vôo tranquilo. Pedro dormiu praticamente o vôo inteiro e na pequena parte que estava acordado ficava de gracinha com as aeromoças. (hun!)

Depois, em janeiro fomos para Manaus (3h30 de vôo), quando voltamos fomos à praia (2 horas de carro), e no decorrer do ano Manaus de novo, de novo e de novo. rs Estou citando isso, pois encarei essas viagens como um preparo para uma viagem ainda mais longa, como essa do vídeo abaixo no qual passamos 15 horas viajando (de SP para Boston) com 2 conexões e Pedro se comportou muito bem! (sim, de verdade! Me surpreendi com meu príncipe, pois até nós adultos, ficamos irritados e exaustos. rs)

Começamos a sonhar com uma viagem internacional e, já que eu e meu marido temos o visto americano, fomos atrás do passaporte e visto do Pedro. Então vou compartilhar com vocês esse processo de emitir o passaporte! 😉

O passaporte e a autorização para menores

Hoje existem 3 opções de autorização de viagem para colocar no passaporte dos menores de 18 anos, são elas:

  1. Passaporte com autorização de viagem internacional com apenas 1 dos pais impressa nele;
  2. Passaporte com autorização de viagem internacional com algum genitor ou desacompanhado já impressa nele;
  3. Passaporte sem autorização impressa. (com essa, se precisar viajar sem um dos genitores precisará de uma autorização formal para sair do país).

Você pode ver mais detalhes desses modelos de autorização no site da Polícia Federal.

Validade

A durabilidade do passaporte varia de acordo com a idade da criança:

IDADE VALIDADE 
0 a 1 ano incompleto 1 ano
1 ano completo a 2 anos incompletos 2 anos
2 anos completos a 3 anos incompletos 3 anos
3 anos completos a 4 anos incompletos 4 anos
4 anos completos a 18 anos incompletos 5 anos
18 anos completos ou mais 10 anos

O processo de solicitação de passaporte inicia com o acesso ao endereço eletrônico www.dpf.gov.br. Nessa página, clique no link “Requerer Passaporte” e preencha corretamente o formulário. Após enviar o formulário, será necessário pagar a taxa (GRU) para a confecção de cada passaporte, que está no valor de R$257,25.

Documentos

Após o pagamento da taxa, estará disponível para escolha do melhor local, dia e horário junto a Polícia Federal para a entrega dos documentos.

Ah, os documentos… sempre confiro, confiro e confiro de novo pra ver se não esqueci nada rs, e para simplificar vou listar aqui quais você precisa levar no dia agendado:

  • Certidão de nascimento original do bebê ou da criança (a partir dos 12 anos de idade sé é aceito RG);
  • RG e CPF do pai e da mãe (ou CNH que contenha essas informações);
  • Comprovante de pagamento da GRU;
  • 1 foto de tamanho 5 X 7, recente, colorida, com fundo branco e sem data para as crianças menores de 3 anos (dificilmente os bebês ficam quietinhos e conseguem tirar uma boa foto na hora, por isso você pode tentar tirar a foto em casa ou pedir ajuda para um profissional de fotografia. Importante lembrar do fundo branco e também pedem para a boquinha do bebê estar fechada, olhos abertos e cabeça reta). Para as maiores, a foto será tirada durante o próprio atendimento na Polícia Federal;

Importante

Caso um dos pais não esteja presente no dia da visita à Polícia Federal, é necessário levar uma autorização do pai ausente para a emissão do passaporte.

O bebê ou criança precisa estar presente no primeiro dia que são levados os documentos. Já no dia para pegar o passaporte eles não precisam comparecer.

Após ter feito o passaporte e estar com ele em mãos (em no máximo 6 dias úteis), o próximo passo é ver se o país que você quer visitar necessita de visto, por exemplo, para os Estados Unidos, Canadá e outros exigem uma entrevista ao consulado para aprovar ou negar o visto. Já na maioria dos países europeus não é necessário e ao chegar lá eles te dão um visto na hora de 90 dias.

Continua…

No próximo post sobre viagem, vou falar de uma das nossas viagens com o pequeno… ♥  Muito gostoso sentir e ver o crescimento do Pepê em cada viagem! É super válido ter essa experiência, pode confiar!

Beijos! ♥ 🙂

Laís Sass

Vantagens de uma “viagem em família”

Em 21.12.2015   Arquivado em Mundo Mãe

Você já foi ou pretende viajar apenas com a sua família? Se ainda não viajou com o seu maior bem, confira os benefícios que uma simples viagem pode fazer para vocês!

  • Qualidade da relação

A vida agitada na cidade grande, deixa escasso a qualidade de tempo entre a família. Estresses, cansaço e trabalho dificultam as atividades coletivas, por isso, uma viagem é uma ótima desculpa para juntar a turma e se (re)curtirem.

  • Desenvolvimento emocional

A ansiedade e a depressão estão ligadas ao emocional do ser humano e, uma das coisas que ajuda a evitar esses males, é brincar junto com as crianças. Parar, sentar e ensinar algo novo para elas, parece não ser nada para os adultos, mas é comprovado o bem que isso faz aos menores e como influencia na segurança como pessoa.

  • Combate a obesidade

Quando a família se junta muitas brincadeiras são feitas, principalmente ao ar livre, e aumenta o consumo de energia da criança (e adultos). Essa é uma das principais estratégias para combater a obesidade infantil. Mas atenção: não vale ficar em frente a tv jogando video game. No máximo alguns minutos em frente ao kinect ou Nintendo Wii. 🙂

  • Sono disciplinado

Com lugares e atividades diferentes, as pessoas tendem a deixar de lado os aparelhos eletrônicos (seria ideal), o que é benéfico para o relógio biológico. A consequência desse detalhe é uma melhora significativa no sono, principalmente para os que sofrem com a insônia, seja adultos ou crianças.

  • Vida sociável

Nos primeiros dias ou primeiras horas, pode parecer um caos essa nova rotina da viagem, mas aos poucos você começa a perceber como é gostoso se socializar na vida real e não virtual. Sentar a mesa com pessoas que você ama, conversar sobre tudo e todos, revelar segredos e novas preferências, isso tudo torna os relacionamentos mais estreitos e seguros.

  • Histórias para vida

Como será lembrada essa viagem por você e pelos seus filhos? Histórias boas, engraçadas, de caos? A cada viagem são criadas memórias em todas as pessoas que participaram do feito. Cuide para que sejam momentos e memórias especiais!

Minha família fazendo trilha

Minha família em nossa última viagem a Manaus. Fizemos uma trilha com amigos. E sim, Pedro foi junto, com 1 ano e 2 meses) e amou!!! haha

As crianças crescem rápido. A vida está passando rápido demais. Planeje ao menos 1 viagem por ano para se curtirem e aprenderem mais sobre vocês mesmo. Qualidade de tempo é investimento, não subestime isso.

Há tempo para tudo: colher, plantar, comer, sonhar, trabalhar, realizar e descansar. “E também que todo o homem coma e beba, e goze de todo seu trabalho; isto é um dom de Deus.” Eclesiastes 3:13

Um beijo e até mais! ♥

Voltando de viagem…

Em 01.10.2015   Arquivado em Mundo Mãe

Sempre sinto uma moleza quando volto de viagem e, pra piorar dessa vez, peguei uma virose! Mas graças a Deus existem os amigos e a mamãe, né? rs

Acordar de madrugada para viajar de avião com criança pequena não dá certo – definitivamente – para mim. Pedro não é daqueles bebês que dormem em qualquer lugar quando tem sono, muito pelo contrário, acho que ele pensa “se eu dormir, posso perder algo, então vou agitaaar!”, seja no aeroporto, mercado, igreja, casa das avós então nem preciso falar, né? Por isso, fico mais cansada que o normal ajudando ele a gastar energia, pelo menos pra dormir no avião. haha

Com algumas experiências em vôos, Pedro já aprendeu que assim que decolamos os comissários já agilizam a comida e ele fica quietinho até ela chegar (se tiver a tv fica mais quietinho ainda). Assim que chega ele come (o que pode) e depois já se arruma para dormir. Pronto, assim foi o vôo da ida a Manaus! Como o vôo da volta foi em um avião mais apertado, sem entretenimento, tivemos um pequeno estresse até o sono chegar, mas foi só ficar em pé por uns 5 minutos que ele chegou. Mas, pra quem é acostumado a dormir largado no colchão o sono teve algumas turbulências… Mas até que dormiu bem das 8h45 as 11 horas. Ufa! 🙂

Chegamos em SP, fomos almoçar na casa da Bisa Dalti, depois passamos na casa da titia Glau para deixar alguns presentinhos da vovó Nelly e fomos para a nossa casinha. Ah, lar doce lar! <3 Foi aí que a virose me atacou. Liguei para a vizinha-amiga, Manu, que me socorreu com o Pedro e com meu sono e minha mãe apareceu para salvar a minha madrugada. Que delícia! hahaha

Já sarei, já revi quase todo mundo (faltam ainda 2 sobrinhas lindas) e estou matando a saudades de Jundiaí. Manaus foi lindo, descansamos com a família, curtimos com os amigos que foram de férias para lá e Pedro até fez sua 1a trilha para cachoeira! <3 (vai render um post sobre esse dia)

Os posts voltarão aqui normalmente e amanhã, 2, tem mais uma dica sobre como economizar em festas. 🙂

Beijooos!

De repente, saímos de férias…

Em 08.09.2015   Arquivado em Mundo Mãe

Olá!!!

Estamos um pouco sumidos daqui, pois tiramos uma pequena “férias” de novo. rs Papai veio trabalhar em Manaus e 2 dias depois somos surpreendidos com “corre que comprei passagem para vocês amanhã!”. Imaginem a correria!

Mas tudo deu certo! Soubemos da viagem na quinta-feira as 15 horas e nosso vôo era na sexta as 9:20. Em 3 horas consegui arrumar a mala (claaaaro que teve ajuda da minha mãe com o Pedro), jantamos, arrumei os últimos detalhes e as 6 horas da manhã já estávamos na estrada a caminho do aeroporto.

Como foi a aventura de viajar sozinha de SP a Manaus com o Pedro? Ele me surpreendeu! Tive frio na barriga a toa. rs Repetiria isso muitas vezes, caso precisasse. Como ele é um pouco dado/ simpático demais, o coloquei no canguru, pois como estava cheia de bolsas e mala tive receio de alguém oferecer ajuda em carregá-lo e sumir nesse mundo afora. (Precauções de mãe e super indico um canguru ou sling para as mães terem como aliados.) Sempre fui de conversar e explicar cada saída nossa com o bebê, cada situação, desenho, o porquê de tomar banho, escovar dente etc e sobre a viagem não foi diferente. Falei cada parada que íamos ter, se ele lembrava como era o avião, que não pode ficar no chão, que ele tem uma tv só pra ele, que precisa chupar chupeta quando decolamos e aterrissamos e que iríamos ao encontro do papai… E sim, os bebês, as crianças entendem tudo o que falamos, por isso é mais fácil falar sempre a verdade com jeitinho do que mentir e ele saber da mentira depois.
A minha ideia inicial era filmar a viagem desde casa até Manaus, a câmera estava carregada, mas não consegui. Foi um corre-corre em casa e chegando no aeroporto o vôo estava adiantado e fomos uma das últimas pessoas a entrar no avião. Mas do guichê até o portão de embarque consegui filmar um pouco da alegria do Pedro:

O vôo foi tranquilo, Pedro dormiu 2h15 das 3h40 de viagem, e chegou na maior empolgação aqui em Manaus.

Viemos na fileira do meio com 3 poltronas a nossa disposição. Ficamos muito confortáveis.

Viemos na fileira do meio com 3 poltronas a nossa disposição. Ficamos muito confortáveis.


3 telas a disposição: 1 era do Mickey, outra da Peppa Pig e outra da mamãe haha

3 telas a disposição: 1 era do Mickey, outra da Peppa Pig e outra da mamãe haha

Estamos curtindo bem esse “inverno” manauara com muito sol, calor, piscina, banho de chuveirão, mangueira… coisas que seriam difíceis dele fazer essa época do ano em SP. haha Saímos de um frio de 15º e viemos para o calor de 35º. Diferença, não?

Os posts voltarão por aqui e logo mais retornaremos a SP. 🙂

Beijos!!!IMG_2780

Página 2 de 212