Introdução Alimentar

Em 28.04.2015   Arquivado em Alimentação

Olá, mamães e futuras mamães! Como estão?

As terças-feiras falaremos sobre papinhas, frutas, alimentos em geral dos bebês até idade indeterminada.. rs

Confesso que na consulta de 5 meses do Pedro, quando o pediatra me disse:  “vamos falar sobre a introdução alimentar do Pedro…” a partir desse momento não consegui escutar mais nada, absolutamente NADA! Meu pensamento era somente: “Como assim? Não serei a única fonte de alimento para meu filho? Ele não vai mais depender só de mim? Ele está começando a ser independente!!!!!!!!” hahahaha Pois é, sou trágica! Meus olhos encheram de lágrimas e aí, só escuto o pediatra dizer: “entendeu?”

Oi? Como assim? Entendi o que, doutor? Que outras pessoas vão poder me ajudar nessa tarefa? Ótimo! Que eu terei que diminuir as mamadas? Não muito! Mas espera um momento… me ajuda e começa do início! Com a bondade em pessoa, o doutor explicou tudo novamente. Consegui ouvir um pouco, mas acho que viu meu “estado de choque” e disse que eu aprenderia mais na prática e a receita com a lista de todos os ingredientes iria me auxiliar e muito no início (confesso que até hoje me ajuda).

Sim, vim chorando do consultório até a minha casa. Foi uma mistura de sentimentos bons, egoístas, ótimos e novos. Meu marido perguntando o que houve sem entender nada dos meus pensamentos… minha mãe rindo quando contei a ela ao telefone… mas a gente se entende. Não é? (Diz que siiiiimmmm!!!)

Pedro teve amamentação exclusiva até os 5 meses e meio. A introdução alimentar dele não começou aos 6 meses exatos, porque caiu bem no Natal (muita gente, agitação, mudança de rotina por causa das festas) e logo em seguida, dia 29, fomos para Manaus (mudança de ambiente, clima, fuso horário, pessoas que convive habitualmente), na casa dos meus sogros passar virada de ano e um pouco das férias , ou seja, por TODOS esses fatores, decidimos antecipar um pouco a introdução para ele não “sofrer” com tanta mudança e ter menos o leite materno em meio a isso tudo!

Pois bem, peguei a câmera para filmar a carinha dele quando tomasse pela primeira vez o suco em uma linda manhã. A cara do bebê? Amou! Dias depois foi a vez das frutas, também não teve careta, só choro quando acabava. Mesma coisa com a papinha salgada! Acho que vou conseguir pegar uma careta quando der limão mais pra frente! 😡 (até parece!)

Aqui em casa foi assim:

Pedro tomando suco de beterraba

Pedro tomando suco de beterraba

Introdução Alimentar

Primeira semana = Sucos

  • Laranja Lima
  • Cenoura
  • Beterraba

Suco de cenoura e beterraba faço na centrífuga. Basta coloca-los sem casca que sai o próprio suco deles. Não precisa adicionar água e açúcar.

O início foi com 20 ml, aumentando 20 ml por dia até chegar em 100 ml.

Segunda semana: Papa de frutas

  • Mamão
  • Pêra
  • Maça
  • Banana (maçã ou prata)

O início foi com 5 colheres de chá, aumentando 5 colheres de chá por dia até 100gr.

Depois, foi a papinha salgada no almoço, mas aí fica pra semana que vem com receitinhas! <3

Como foi a Introdução alimentar por aí? Já começaram? Estão pesquisando muito para começar? Conte aqui pra gente!!
*Muito importante consultar o pediatra antes de introduzir novos alimentos para o bebê!

Dicas para uma boa noite de sono

Em 25.04.2015   Arquivado em Mundo Mãe

https://maeantenada.files.wordpress.com/2015/04/gestante-dormindo-bydivulgacao.jpg?w=300

Eu sei, eu sei… a barriguinha está crescendo, seu bebe está enorme e não para quieto, principalmente quando você deita para dormir e ele deve pensar que chegou a hora do “playground”! Calma, isso passa e você sentirá uma saudades enoooorme disso tudo, mas enquanto você vive essa delícia, vamos a algumas dicas que farão sua noite de sono muito melhor (pelo menos depois que baby parar de mexer e deixar você dormir linda como a gestante da foto! rs):

  • Durma do lado esquerdo: Com o peso do útero, a veia cava fica comprimida causando mal estar e falta de ar, mas basta mudar de posição e esses sintomas desaparecem. Por isso, o lado esquerdo é o mais indicado para dormir pois libera mais oxigênio para o bebê e, consequentemente, para a mãe.
  • Técnicas de relaxamento: para estimular e ajudar o corpo a relaxar, existem algumas técnicas como respiração profunda e relaxamento muscular progressivo. Veja com seu médico qual o mais indicado para você e comece a praticar todos os dias antes de ir para cama.
  • Refeições leves antes de dormir: nada de uma bela lasanha ou churrasco antes de pegar no sono. Já basta o enjoo e azia para atrapalhar a sua noite. Procure refeições leves, chás calmantes (nada de preto ou estimulante), frutas são sempre ótimas opções para satisfazer a saciedade e ter uma noite tranquila.
  • Controle o consumo de água no início da noite: não tomar muita água ou líquido assim que inicia a noite é um auxílio para diminuir as idas ao banheiro na madrugada e ter uma noite de sono sem algum “aperto”.

Ainda não pegou no sono? Se com as dicas acima você ainda fica acordada esperando o sono aparecer ou voltar, não estressa. Levanta, muda de ambiente, leia um livro ou ouça uma música que o sono chega e aí você vai para a cama relaxar.

Os antigos dizem que a mãe muda seus hábitos noturnos ainda gestante para já se preparar com a chegada do baby e seus horários nada regrados. Foi assim com você?

Mais um blog sobre maternidade???

Em 22.04.2015   Arquivado em Mundo Mãe

Sim e não. rs. Bem, antes de tudo quero me apresentar: Sou Laís Sass, tenho 27 anos, jornalista, casada há 04 anos (completo agora dia 30/04) com Thiago e sou mãe de um lindo príncipe de 09 meses, Pedro!

Desde que estava planejando engravidar, me interessei muito pelo mundo da maternidade e percebi que é muito amplo, mas após o nascimento do Pedro, senti alguma dificuldade em encontrar a “realidade” de ser mãe em blogs e sites, nas redes sociais em geral.

Meu marido sempre me apoiou para montar um Blog com nossas experiências desde a gravidez, mas sempre adiei esse projeto, mas agora chegou a hora! Juntei minha paixão pelo jornalismo com meu amor de mãe e esposa e criei o “Mãe Antenada”.

Aqui no Blog falarei sobre maternidade por um lado mais realístico (rs), e sim, isso inclui aprendizados, novidades, preços (muito importante) e descobertas, seja minha ou do filho e por quê não do marido?

Além da maternidade, outros assuntos que vocês poderão encontrar aqui é sobre família, casa, trabalho, tudo que faz parte do nosso dia-a-dia. Claro que o compartilhamento de vocês é super importante, pois todas nós aprendemos coisas novas todos os dias e também quero ler quem me acompanha por aqui. Esse Blog também é um cantinho seu para refrescar a cabeça quando o baby dorme ou quando só está afim de ficar pela internet! Juntaremos o útil ao agradável! (:

É isso, fiquem a vontade nesse Blog que vai retratar a vida real de uma mãe (ainda) fresca! 🙂

Página 2 de 212