Biscoito de aveia: lanche saudável e nutritivo

Em 26.01.2016   Arquivado em Alimentação

Hummmmm… Hoje é dia de receitinha gostosa!! ♥ Mais uma opção de lanche para os bebês e crianças maiorzinhas, mas claro, muito nutritiva e gostosa!!! 🙂

Semana passada fui em um piquenique com o pessoal da igreja para aproveitar esse período de férias e deixar as crianças brincando e as mães e amigas batendo papo! Foi uma delícia! Cada uma levou algo para comer, beber o que resultou numa fartura!!! rs

Dentre essas delícias, uma mãezinha levou um biscoito que o Pedro, simplesmente, se apaixonou! Claro que pedi a receita e vou compartilhar agora com vocês! Anotem aí:

Ingredientes
  • 2 xícaras (chá) de aveia em flocos finos (194g)

  • 1 xícara (chá) de açúcar

  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo

  • 1 colher (chá) de fermento em pó

  • 1/2 xícara (chá) de margarina sem sal (100g)

  • 2 ovos

  • 1 colher (sopa) de essência de baunilha

    Modo de preparo
  • Numa tigela junte a aveia, o açúcar, a farinha e o fermento;

  • Acrescente a margarina e os ovos inteiros;

  • Trabalhe bem a massa até ficar homogênea;

  • Junte a essência;

  • Com o auxílio de uma colher de sopa, porcione a massa, formando bolinhas;

  • Distribua as bolinhas de massa numa assadeira untada e enfarinhada, deixando um espaço com cerca de 3 cm entre elas;

  • Achate as bolinhas suavemente;

  • Leve ao forno médio (180°C), pré aquecido, por cerca de 25 minutos ou até os biscoitos começarem a dourar na superfície;

  • Retire do forno e espere esfriar para servir.

Hummm!! Sinto o cheirinho da fornada daqui! haha

Ah, caso as crianças já comam chocolate, pode adicionar gotas de chocolate no momento que juntar a essência de baunilha… a medida é você que determina! 😉

Façam e me contem se a criançada também aprovou por aí?!!! Certeza que vão gostar!

Beijos e até mais! 

Doce de abóbora para bebês

Em 15.12.2015   Arquivado em Alimentação

Olá!

Hoje o blog tem uma convidada especial: Ellen Dias Rodrigues que é mamãe do Samuel, 3 anos, Sam para os íntimos 🙂 . Ellen é portadora da doença celíaca. Já Sam, é portador de alergias alimentares múltiplas, ou seja, ele é alérgico a leite, ovo, milho, aveia, trigo, banana, amendoim, abacate, kiwi, peixes de água salgada e látex.

A descoberta da alergia do Sam, fez Ellen se adaptar e se aprofundar sobre o mundo da alimentação. Em seu blog, “Sam e Mamãe na Cozinha“, ela relata dicas, frustrações, medos e o principal: receitas para as mamães com filhos alérgicos (ou nã0) se inspirarem e trazer qualidade de vida para a mesa.

Ao conversarmos sobre tantos casos de alergias diagnosticados ultimamente nas crianças, Ellen fala que algumas pessoas ainda julgam desnecessário tanto cuidado. “Por mais que algumas pessoas pensam que é frescura, tento de todas as formas fazer com que ele, Sam, se sinta incluído na sociedade.”, relata Ellen.

Sobre o apoio da família, ela nos contou que “graças a Deus eu e meu esposo temos familiares que entendam o quanto é perigoso e fatal as alergias, e nos dão todo suporte de fornecer segurança ao Sam”. Fundamental isso, não é?

foto do Sam e sua mamae, Ellen

Sam e a sua mamãe Ellen, que dedica seu tempo à gastronomia depois de descobrir as alergias do filho.

A receita

Ellen vai compartilhar uma receita que muitos adultos amam: Doce de Abóbora. Como a parte de alimentação – aqui no blog – é voltada para os bebês, essa receita não vai açúcar, mas Ellen trouxe para nós outros ingredientes para substituir esse “detalhe”. rs Vamos lá?

doce de abobora

Doce de Abóbora

Ingredientes:

  • 5 Tâmaras

  • 2 damasco

  • 2 e 1/2 xícaras (chá) de água

  • 1 xícara (chá) de abóbora cortada em cubos pequeno
  • 1 xícara de coco ralado

 

Modo de preparo:

  • Bata no liquidificador as tâmaras, os damascos e 1/2 xícara de chá de água até ter uma mistura homogênea;
  • Coloque em uma panela abóbora e a mistura que estava no liquidificador e leve ao fogo baixo;
  • Deixe cozinhar (mas sempre fique de olho);
  • Quando abóbora estiver mole vá amassando  até ficar um quase um purê;

  • Adicione coco ralado e misture até secar completamente a água;

  • Deixe esfriar e sirva.


 

Senti o cheiro da abóbora daqui! rs Fica mais uma opção de lanche ou sobremesa para os pequenos. Confesso que nunca tinha pensado em fazer esse doce para o Pedro, mas vou tentar aqui em casa e ver se ele aprova! Conto depois!

Ah, o Blog da Ellen é super legal! Eu acompanho e recomendo. Fique abismada e achei super lindo ela fazendo “pipoca de sagu” para o filho dela comer e não passar vontade! Exemplo de mãe! ♥

http://www.samemamaenacozinha.com

 

Beijos e até mais!

 

Ellen, mais conhecida como mãe do Sam, é formada em fisioterapia e especialista em geriatria e pilates, mas não trabalha na área desde da gestação do Sam. O blog nasceu um pouco depois das descobertas das alergias do Sam, que atualmente  é alérgico a milho, ovo, leite, trigo, aveia, banana, abacate, kiwi, amendoim, peixes de água salgada e látex (novas alergias estão sendo investigadas). Hoje, Ellen é estudante de gastronomia e trabalha com o blog, além de ter uma loja online de produtos para alérgicos, onde faz bolos, pães e doces para vender e dá aulas de personal cook.

Gelatina caseira: ideal para bebês (e adultos)!

Em 24.11.2015   Arquivado em Alimentação

Oi, gente!

Hoje é dia de dar uma dica básica e fácil na alimentação dos pequenos! E porque não falamos de gelatina? Afinal, ela é “ótima opção de sobremesa para as crianças” e “o colágeno presente nela faz bem para a pele”. rs

Existem inúmeros tipos de gelatina e, em sua maioria, as embalagens estampam cores, frutas e personagens para chamar atenção das crianças e pais. Mas, se repararmos bem no verso das embalagens notaremos uma propaganda enganosa, pois não há frutas nos seus ingredientes, mas há alto teor de açúcar e sódio. A proteína do colágeno é muito baixa para dar um efeito positivo em pouca quantidade (1 caixinha).

Informação Nutricional de uma gelatina

Imagem: propaganut.wordpress.com

Hoje já existe no mercado gelatina especial para crianças onde eles adicionam um pouco da poupa de fruta e/ou legume, mas aí vem o dobro de corante para ficarem nas cores deles, além dos aromatizantes, ou seja, só pioraram as coisas.

Calma, não fique triste! Essas gelatinas com sabores prontos são assim mesmo, mas tenho uma solução ótima e super mais saudável para todos da casa: gelatina natural/sem sabor com suco de fruta.

A gelatina sem sabor é encontrada em supermercados ou em casas de produtos naturais (não tem como não achá-la). E quando numa consulta com o pediatra do Pedro, eu me queixei que o Pedro estava comendo coisas repetidas e que logo ele começaria a enjoar e dar trabalho para comer, foi aí que ele me deu essa dica de sobremesa/lanche e eu amei!

Mas como fazer uma gelatina gostosa com ela? Aqui embaixo deixo uma receita muito prática para você comprovar que é mega fácil de fazer:

 

Gelatina de Uva

  •  1 colher de sopa de gelatina sem sabor;
  •  1 1/2 copo americano de água;
  •  1 1/2 copo americano de suco de uva integral.

Modo de preparo

  • Com a água quente, desligue o fogo e dissolva a gelatina.
  • Acrescente o suco de uva integral e misture bem.
  • Coloque em potes individuais e leve à geladeira para endurecer.

 

Tempo de preparo: 10 minutos.

Tempo na geladeira: até 12 horas para endurecer.

Validade: 1 semana na geladeira.


 

Viu como é fácil? Igual fazer a industrializada, mas é saudável. rs 🙂

Pedro já comeu gelatina industrializada. Seria ótimo se ele não tivesse comido? Seria! Mas com um monte de crianças comendo, eu não o deixei passando vontade e ele experimentou. Essa gelatina não é algo rotineiro em casa, por isso, não tem problema a criança comer uma vez ou outra na casa de amigos ou família. Temos que ter bom senso na criação dos nossos filhos, ou seja, não criá-los dentro de uma bolha, mas também não largarmos à própria sorte. 😉

 

Vou tentar gravar mais receitas de gelatina caseira com outros sabores para compartilharmos por aqui! Já fez com outro sabor? Me conta, pois quero testar aqui em casa! 🙂

Beijos!

Obs: eu já ouvi dizer que está presente nas gelatinas industrializadas pele e ossos de animais, mas como não consegui nenhuma fonte confiável, não coloquei na matéria. rs

 

Refeições rápidas para a mãe fazer e fáceis do bebê comer quando está doente

Em 17.11.2015   Arquivado em Alimentação

Olá!!!

Hoje é terça-feira, e as terças falamos sobre alimentação dos pequenos, correto? Então vamos lá!!!

Parece que no meu facebook deu um surto de bebês e crianças doentinhas. 🙁  Por esse motivo, quis ajudar as mamães a lembrarem de receitas práticas, simples de fazer e melhor do bebê aceitar por ser mais fácil de engolir e comer, pois nossa cabeça fica a mil com tanto dengo e a nossa falta de tempo em cozinhar uma refeição completa para eles nesse estado. Mas as receitas abaixo, embora simples, tem um alto índice de vitaminas, o que ajuda na reabilitação dos nossos baixinhos. Confira:

 

pure de cenoura

 

Purê de cenoura

Ingredientes:

  • 3 cenouras médias
  • Água
  • 1/2 xícara de leite (pode ser o leite que o bebê já está acostumado a beber para evitar alergias)

Modo de preparo:

  • Descasque e lave bem as cenouras e corte em rodelas;
  • Coloque na panela com água até cobrir (não é necessário adicionar sal) e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos ou até ficarem macias;
  • Escorra e reserve a água do cozimento;
  • Bata a cenoura no mixer ou passe no espremedor de batatas;
  • Adicione aos poucos a água do cozimento até obter uma mistura encorpada da sua preferência;
  • Se preferir, coe numa peneira;
  • Sirva morno.

Rendimento: 2 a 6 porções.

Tempo de preparo: 15 minutos.

Validade: na geladeira por 24 horas e no freezer por 30 dias.

_________________________________________________________________________

pure de batata e nabo

Purê de batatas e nabo

Ingredientes:

  • 5 batatas ou batatas doces
  • 4 nabos
  • Água
  • 1/2 chícara de leite (pode ser o leite que o bebê já está acostumado a beber para evitar alergias)
  • 1 colher de chá de manteiga (ou margarina)

Modo de preparo:

  • Descasque, lave bem as batatas e nabos, corte em cubos e coloque na panela com água até cobrir;
  • Deixe cozinhando por cerca de 10 minutos na panela comum ou 6 minutos na panela de pressão (o tempo pode variar de acordo com a panela e chama do fogão);
  • Com os legumes já cozidos e ainda quente, escorra a água, passa pelo espremedor e volte para a panela com o leite e a manteiga. No fogo médio, mexa sempre até engrossar.

Rendimento: 2 a 6 porções

Tempo de preparo: 25 minutos

Validade: na geladeira por 24 horas e no freezer por 30 dias.

_________________________________________________________________________

pure de mandioquinha

Purê de mandioquinha

Ingredientes:

  • 3 mandioquinhas
  • Caldo de legumes caseiro (opcional)
  • Água
  • 1/2 xícara de leite (pode ser o leite que o bebê já está acostumado a beber para evitar alergias)
  • 1 colher de chá de manteiga (ou margarina)

Modo de preparo:

  • Descasque, lave bem as mandioquinhas, corte em cubos ou rodelas grossas e coloque na panela com água até cobrir;
  • Deixe cozinhando por cerca de 15 minutos na panela comum ou 8 minutos na panela de pressão (o tempo pode variar de acordo com a panela e chama do fogão);
  • Com a mandioquinha já cozida e ainda quente, escorra a água, passa pelo espremedor e volte para a panela com o caldo de legumes, leite e manteiga. No fogo médio, mexa sempre até engrossar.

Rendimento: 2 a 6 porções.

Tempo de preparo: 30 minutos.

Validade: na geladeira por 24 horas e no freezer por 30 dias.

 

Para acompanhar esses purês, nada melhor que frango desfiado ou carne moída com temperos suaves. Refeições práticas, nutritivas e deliciosas para os pequenos e até para nós! Assim, temos mais tempo para dar aquele colo que só a mãe tem para a cura ser mais rápida! <3

Tem mais alguma sugestão de comidas simples para oferecermos aos babies quando estão doentes? Deixe a dica aqui para nós!

Beijos e até mais!!!

 

Página 2 de 41234