Doce de abóbora para bebês

Em 15.12.2015   Arquivado em Alimentação

Olá!

Hoje o blog tem uma convidada especial: Ellen Dias Rodrigues que é mamãe do Samuel, 3 anos, Sam para os íntimos 🙂 . Ellen é portadora da doença celíaca. Já Sam, é portador de alergias alimentares múltiplas, ou seja, ele é alérgico a leite, ovo, milho, aveia, trigo, banana, amendoim, abacate, kiwi, peixes de água salgada e látex.

A descoberta da alergia do Sam, fez Ellen se adaptar e se aprofundar sobre o mundo da alimentação. Em seu blog, “Sam e Mamãe na Cozinha“, ela relata dicas, frustrações, medos e o principal: receitas para as mamães com filhos alérgicos (ou nã0) se inspirarem e trazer qualidade de vida para a mesa.

Ao conversarmos sobre tantos casos de alergias diagnosticados ultimamente nas crianças, Ellen fala que algumas pessoas ainda julgam desnecessário tanto cuidado. “Por mais que algumas pessoas pensam que é frescura, tento de todas as formas fazer com que ele, Sam, se sinta incluído na sociedade.”, relata Ellen.

Sobre o apoio da família, ela nos contou que “graças a Deus eu e meu esposo temos familiares que entendam o quanto é perigoso e fatal as alergias, e nos dão todo suporte de fornecer segurança ao Sam”. Fundamental isso, não é?

foto do Sam e sua mamae, Ellen

Sam e a sua mamãe Ellen, que dedica seu tempo à gastronomia depois de descobrir as alergias do filho.

A receita

Ellen vai compartilhar uma receita que muitos adultos amam: Doce de Abóbora. Como a parte de alimentação – aqui no blog – é voltada para os bebês, essa receita não vai açúcar, mas Ellen trouxe para nós outros ingredientes para substituir esse “detalhe”. rs Vamos lá?

doce de abobora

Doce de Abóbora

Ingredientes:

  • 5 Tâmaras

  • 2 damasco

  • 2 e 1/2 xícaras (chá) de água

  • 1 xícara (chá) de abóbora cortada em cubos pequeno
  • 1 xícara de coco ralado

 

Modo de preparo:

  • Bata no liquidificador as tâmaras, os damascos e 1/2 xícara de chá de água até ter uma mistura homogênea;
  • Coloque em uma panela abóbora e a mistura que estava no liquidificador e leve ao fogo baixo;
  • Deixe cozinhar (mas sempre fique de olho);
  • Quando abóbora estiver mole vá amassando  até ficar um quase um purê;

  • Adicione coco ralado e misture até secar completamente a água;

  • Deixe esfriar e sirva.


 

Senti o cheiro da abóbora daqui! rs Fica mais uma opção de lanche ou sobremesa para os pequenos. Confesso que nunca tinha pensado em fazer esse doce para o Pedro, mas vou tentar aqui em casa e ver se ele aprova! Conto depois!

Ah, o Blog da Ellen é super legal! Eu acompanho e recomendo. Fique abismada e achei super lindo ela fazendo “pipoca de sagu” para o filho dela comer e não passar vontade! Exemplo de mãe! ♥

http://www.samemamaenacozinha.com

 

Beijos e até mais!

 

Ellen, mais conhecida como mãe do Sam, é formada em fisioterapia e especialista em geriatria e pilates, mas não trabalha na área desde da gestação do Sam. O blog nasceu um pouco depois das descobertas das alergias do Sam, que atualmente  é alérgico a milho, ovo, leite, trigo, aveia, banana, abacate, kiwi, amendoim, peixes de água salgada e látex (novas alergias estão sendo investigadas). Hoje, Ellen é estudante de gastronomia e trabalha com o blog, além de ter uma loja online de produtos para alérgicos, onde faz bolos, pães e doces para vender e dá aulas de personal cook.

Uma sugestão do que seu bebê pode comer nas festas de fim de ano

Em 01.12.2015   Arquivado em Alimentação

Olá!!!

Natal chegando, festas e mais festas para participar, unir família, amigos e parentes! Que delícia, não? Mas esses dias me peguei pensando no que fazer na ceia de Natal, Ano Novo, salgados e doces e aí já me veio na cabeça: “Pedro e doces”. O que fazer nessa época do ano que tanta gostosura compõem a mesa e seu filho já come e sabe o que é de comer?

Graças a Deus, Ele coloca pessoas em sua vida que as respostas vem automaticamente: “Delicinhas Caseiras“! Já ouviu falar? Eu já e vou apresentar pra vocês! 🙂

bolachinas delicinhas

Quando nos tornamos “mãe”, muitos questionamentos internos são feitos e entre eles o mais frequente é “voltar ou não ao emprego”? É super normal mulheres voltarem ao emprego, após a licença maternidade, pois se sentem mais valorizadas e independentes ou até mesmo a contribuição financeira ajuda – e muito – no orçamento familiar, mas também está sendo comum a mulher dar uma pausa no profissional (eu, por exemplo) para se dedicar ao(s) filho(s). Quando a mulher opta pela segunda opção, muitas vezes, uma porta se abre para trabalhar com a paixão em algo que conciliará ‘filhos e trabalho’. E foi assim que nasceu “Delicinhas Caseiras”. Um sonho que virou realidade, com a possibilidade de unir a carreira com a maternidade.

Mamãe Antenada (MA): Quem faz Delicinhas Caseiras?

Delicinhas Caseiras (DC): Eu sou a Jaqueline, mãe da Natália (1 ano e 6 meses), e cuido das embalagens, encomendas e entregas. Sou técnica em segurança do trabalho, gestora ambiental e uma amante de artesanatos em geral, por isso fiquei com a parte das embalagens, laços e fitas e gostei tanto de juntar isto a culinária que estou estou fazendo cursos de confeitaria para fazer a decoração direto nos alimentos.

Minha mãe, Esmeralda, é quem domina a cozinha e sua arte. Quando morávamos em Jacupiranga minha mãe teve uma pequena cozinha industrial em casa e me lembro bem da quantidade de coisas gostosas que lotavam o carro rumo a festas. Aliás, a casa da mamãe é a famosa casa da vovó sempre com bolo, tortas e pães. 🙂

jaqueline e esmeralda do Delicinhas Caseiras

MA: Como nasceu a Delicinhas?

DC: Nasceu quando a Natália nasceu. A idéia de voltar a trabalhar 8 horas numa fábrica longe da minha filha me deixava em pânico! Durante a licença maternidade conversei com a minha mãe e ela embarcou nesta idéia de fazer pães, bolos e biscoitinhos caseiros.

MA: Qual o cardápio de vocês?

DC: Nós temos:

  • Biscoitinhos amanteigados

  • Beliscos de goiabada

  • Biscoitinho de maracujá

  • Biscoitinhos de laranja com chocolate

  • Biscoitinho de chocolate

  • Trufas de chocolate

  • Pão de mel

  • Bolos da vovó ( fuba,  coco, maracujá, laranja, formigueiro e cenoura)

  • Fatias húngaras

  • Pães caseiros

bolos e biscoitos do delicinhas

MA: Vocês tem algo especiais para bebês?

DC: Nosso cardápio é recomendado para bebês acima de 1 ano, onde o pediatra libera  mais coisas para comer. Nossos ingredientes, hoje, são os tradicionais da cozinha, como farinha de trigo, açúcar e ovos. Não usamos nenhum tipo de conservantes industrializados como corantes ou aromas. 

Em 2016 faremos cursos para produzirmos alimentos integrais e sem glúten, pois vemos que muitas mães estão a procura para seus filhos que tem algum tipo de alergia.

MA: A especialidade de vocês e que é ótima opção para bebês é:

DC: Sem dúvida, os biscoitinhos!

MA: Tem promoção agora para o Natal e para as Mamães Antenadas?

DC: Claro!!! Estamos com a promoção “Natal das Lembrancinhas”. São vários itens até R$7,00 para ter em casa algo caseiro para comer e/ou presentear com charme gastando pouco.

MA: Qual o contato de vocês, para as mamães entrarem em contato?

DC: 

MA: Cidades que são atendidas hoje?

DC: Por enquanto, Jundiaí e região.

MA: Você pode compartilhar uma receitinha conosco? 

DC: Claro! Vou compartilhar uma que os bebês super aprovam, inclusive o Pedrinho:

Biscoitinho de Nata

  • 2 xícara de farinha de trigo;
  • 2 colheres de açúcar;
  • 1 colher de fermento em pó;
  • 1 xícara de nata;
  • 1 colher de manteiga;
  • 1 pitada de sal.

Mistura tudo muito bem, faz um rolinho e corte os pedacinhos como broinha e leva para assar em forno pré-aquecido. Quando estiver douradinho está assado e pronto para comer.

MA: Pode falar um pouquinho, com suas palavras, sobre a Delicinhas Caseiras?

DC: O Delicinhas Caseiras foi um sonho que virou realidade e me deu a oportunidade em unir a carreira com a maternidade. 

Na nossa cozinha tem uma vovó cozinheira, uma mamãe aprendiz e uma bebê arteira que na verdade é o motivo de colocarmos este sonho em prática, a Natália , a minha neném Delicia!!

 

Natália, a bebê delicinha

Natália, a bebê delicinha <3


Gostaram de conhecer Delicinhas Caseiras? Achei importante compartilhar com vocês uma opção para comprar pães e bolos caseiros, pois assim nossos babies comem coisas diferentes e de maneira saudável, ainda mais em tempo de festas! 🙂

A receitinha vou testar aqui em casa, sei que não ficará igual, mas vale a tentativa! rs

Um beijo e até mais! ♥

Capa-blog-panetone

Gostou da matéria? Então curta e compartilhe com seus amigos!

Não ofereça comida à criança sem a permissão dos pais!

Em 16.06.2015   Arquivado em Alimentação
tips4aplv

Relato de uma mãe que está com o filho internado por causa de uma alergia alimentar

Essa foto está sendo compartilhada ao monte nas redes sociais, e conta um triste relato de uma mãe que está com seu filho internado por causa de uma alergia ao chocolate ao leite que uma vendedora deu a ele. (Oi? Quem deu pra ele?)

Comentando sobre o fato, uma pessoa me falou: “Nossa, a vendedora vai ser sacrificada agora por fazer um ato de bondade? Que criança não gosta de chocolate? Como ela saberia da alergia?” E é exatamente aí que vem a explicação onde ela nem deveria ter dado o doce para o Kauai, garoto que sofre com a intoxicação. Hoje em dia é muito comum crianças terem inúmeros tipos de alergias, inclusive em relação a alimentação e somente pessoas próximas tem o real conhecimento. E outra, pelo que vimos, esse “ato de bondade” foi bastante ruim, não só para Kauai, como para a mãe que se desgasta física e emocionalmente com a situação.

Até quando nós, pais, não vamos ser consultados antes de alguém dar um alimento novo ou comum mesmo aos nossos filhos? (Não estou falando de avós, tios, pessoas íntimas, pois muitos tem o bom-senso e sabe qual a vontade dos pais (assim espero rs)). Quão engraçado (para quem dá) e sadio (para a criança) é experimentar alimentos novos precocemente? Ou ainda,  por quê temos que ficar justificando porque damos ou não damos tal alimento aos nossos filhos? Quando esse julgamento vai acabar?

Xiii, se você for mãe, pai de primeira viagem então…. coitado! Digo isso, porque já me peguei várias vezes me justificando o porque Pedro não experimentou refrigerante, gelatina, leite de caixinha, doces em geral, entre outros e nem muito sal até hoje, pois ele está prestes a completar 1 ano. Para muitos parece que é o fim do mundo, riem da e na minha cara e do marido e falam: “Também já fui assim, mas é besteira! Quero ver se com o segundo será assim.” Poxa, se “você” já foi assim com o primeiro filho, se fulana e ciclano foram assim com o primeiro filho, deixa eu ser também? 🙂 É a minha experiência e com ela saberei se é certo ou apenas besteira seguir as regras com o segundo, terceiro filho.

No meu caso, graças a Deus, Pedro não tem alergias severas como o Kauai. O que acontece com ele é ter irritação na pele e uma assadura mais severa, mas isso não dá mais liberdade aos outros em oferecer alimentos e menos preocupação para mim. Precisamos respeitar o próximo, precisamos respeitar os pais e responsáveis pelas crianças quando optam por uma alimentação que é diferente da sua. Isso também é um gesto de carinho e de bondade. <3

Mais amor, por favor!

Beijos!

*Não consegui ver a foto original e a vericidade do fato, pois o “Tips4APLV” é um grupo fechado no facebook, onde só membros tem acesso. Mas é fato que histórias desse tipo acontecem diariamente. 🙁

Como cozinhar (corretamente) legumes e hortaliças?

Em 09.06.2015   Arquivado em Alimentação

verdura-tempo-vapor

No último post sobre alimentação eu falei sobre congelar frutas, e hoje vamos ver o tempo certo de cozinhar legumes e hortaliças.

Sabemos que beterraba, cará, mandioca, brócolis, espinafre, entre outros são muito ricos em vitaminas para todos nós, mas sabia que quanto maior o tempo de cozimento mais se perde dessas vitaminas? Por isso, abaixo compartilho com vocês uma tabela com a maioria dos legumes e hortaliças (senão todos), para manter ao máximo os nutrientes de todos eles. Nessa tabela tem o tempo de fervura na água, a vapor e na panela de pressão, então basta ver a sua forma favorita e seguir as dicas:

em minutos sua comida está pronta!

em minutos sua comida está pronta!

Prontinho, agora você já sabe o tempo de cada legume e verdura para fazer direitinho para a família com todos os nutrientes possíveis! rs

Ah, vale lembrar que esse é o tempo médio, pois como existem “n” tamanho desses produtos, é bom fazer o teste do garfo e experimentar antes de colocar para servir.

Beijos e até mais! 🙂

Fonte: Panelas de barro

Página 2 de 212