Repelentes! Saiba quais tipos existem e a forma correta de usar

Em 07.11.2016   Arquivado em Mundo Mãe

Muitas dúvidas sobre o uso de repelente surgem:

  • Quais as diferenças entre um repelente e outro?
  • Qual o jeito correto de usar?
  • Qual o melhor repelente para você e sua família?

Nesse post vou tentar dar as respostas para vocês, pois pude conferir de pertinho uma palestra com a Dra. Ana Escobar sobre isso! Vamos ver?

Ano passado tivemos uma crise de pânico no país inteiro com a chegada de um novo vírus para nós: o Zika Vírus! O alarde foi tanto, que ninguém sabia ao certo o que causava, quais os sintomas dele, os tratamentos… enfim, temos no mercado um único repelente contra o mosquito Aedes Aegypti, Exposis, e ele simplesmente sumiu das prateleiras. E quem achava começou a pagar um valor absurdo para ter um aliado nas mãos.

Sabendo mais sobre o mosquito Aedes Aegypti

  • Tem no máximo 0,5cm de tamanho;aedesaegypti
  • Só consegue voar num raio de no máximo 300 metros do local onde nasceu;
  • Só a fêmea pica;
  • Vive apenas 45 dias;
  • Neste período a fêmea tem que picar uma pessoa contaminada e outra susceptível;
  • Podemos matar com a palma da mão;
  • Carrega em seu “frágil e pequeno” corpo 4 armas letais: Vírus Dengue, Vírus Zika, Vírus Chikungunya e Vírus da Febre Amarela.

Quando lemos isso parece brincadeira não conseguirmos vencer esse mosquito, né? Pelo contrário, a cada ano ele se prolifera mais! Por isso, temos que fazer a nossa parte e que tal começarmos nos protegendo com repelente?

Critérios de escolha do repelente

Abaixo vou listar alguns critérios para a escolha do melhor repelente pra você e sua família:

Eficácia comprovada: melhor ainda se ele for especialmente contra o Aedes Aegypti!

Liberado pela Anvisa: são eles: Icaridina, DEET e IR3535.

Pouca ou nenhuma toxicidade: temos que zelar a segurança da nossa saúde!

Duração prolongada: existem repelentes no mercado que tem duração de 2 horas e só podem ser aplicados 3x ao dia no máximo. Então o que fazemos com as outras 18 horas do dia?

Possa ser usado em crianças, gestantes e idosos: eles são mais “frágeis” na questão imunidade, portanto quando eles podem usar o produto, ele é realmente seguro!

 

Quais as diferenças dos repelentes que estão hoje no mercado?

DEET

 

IR3535

 

ICARIDINA

Lenda

Muita gente fala que alguns itens afastam o mosquito Aedes, mas é mentira! Confiram alguns deles:

  • Vitamina B
  • Alho
  • Aparelhos de ultrassom
  • Pulseiras de citronela
  • Repelentes com perfume
  • Óleos: evaporam muito rápido

 

Exposis

Quem me acompanha há mais tempo no Instagram sabe que com 1 ano e 8 meses, o pediatra do Pedro recomendou o uso de Exposis Infantil, pois Pedro tem alergia a picada de insetos e os medicamentos que ele tomava sempre que picado, eram muito fortes, e os repelentes indicados para a idade dele pareciam água, pois não faziam efeito nenhum nele e as picadas sempre apareciam!

O repelente Exposis é o único no Brasil que possui icaridina, princípio ativo cuja concentração segue as diretrizes recomendadas pela literatura médica e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), por isso o efeito dele é comprovado: sem picadas! Antes, apenas as crianças acima de 2 anos podiam usar o repelente, mas agora trouxeram uma fórmula para os bebês, a partir dos 6 meses, usarem também!!! 🙂 Confira abaixo cada produto Exposis:

Novo Exposis Gel Infantil (indicado para crianças a partir de 6 meses)

novo exposis para bebês

Novidade

Exposis Gel Infantil é indicado para crianças a partir de 6 meses de vida e possui 20% de icaridina. A versão gel protege por até 10 horas, facilita a aplicação, é dermatologicamente testado e hipoalergênico.

Exposis Infantil e Extrême

exposis-infantil-spray

 

exposis-extreme

Possui concentração de 25% de icaridina e também protege por até 10 horas!!! É super fácil de aplicar e pode reaplicar sempre que achar necessário.

Exposis Gel

exposis-gel

A diferença do spray para esse é que o em gel possui 20% de icaridina em sua concentração. Do resto continua igual mantendo a proteção por até 10 horas! Esse também pode ser usado em bebês a partir de 6 meses.

Exposis Spray Gatilho

exposis-gatilho-200ml

Esse serve para uma proteção mais prolongada:

Pode aplicar nas roupas e, se não lavá-las, tem duração de até 3 dias!

Em mosquiteiros, roupas de cama e cobertores, tem duração de até 7 dias! Se lavar, reaplique o produto.

Na pele ele também pode ser aplicado, mas aí o efeito é de até 10 horas, como os outros repelentes da marca.

 

A maneira correta de usar repelente

Por isso, saber combater o mosquito é o melhor que temos a fazer. Mas você sabe usar o repelente corretamente?

 

Seja generoso

Aplique o repelente pelo corpo de forma generosa, pois a tendência natural é passar menos que o necessário.

 

Seja homogêneo

Aplique o produto homogeneamente por todas as partes expostas da pele. Uma vez que a ação de um repelente limita-se a 4cm, uma simples aplicação no rosto não protege a nuca, por exemplo.

 

Seja repetitivo

Reaplique sempre que achar necessário (e conforme orientação de cada repelente), inclusive após mergulhar no mar ou piscina, ao sair do banho ou em caso de sudorese excessiva.

 

Protetor solar pode ser usado

Primeiro aplique o protetor solar, aguarde o tempo indicado por seu fabricante para que o produto seja absorvido e só então use o repelente.

 

Tipo de roupa

Evite roupas escuras e agarradas ao corpo. Se usar roupas curtas, vestidos ou sandálias, aplique o repelente nas pernas e pés.

 

Não use perfume

Perfumes provocam alergias e atraem insetos. Prefira produtos sem fragrâncias, tais como sabonetes neutros e shampoo sem cheiro.

 

Seja seletivo

Todos os repelentes podem irritar as mucosas. Cuidado com os olhos, narina e boca. (Eu sempre aplico nas minhas mãos, espalho bem e aplico no rosto do Pedro protegendo essas partes delicadas.)

 

Sono protegido

Ao usar repelente na pele e cobri-la, você impede a evaporação do produto e, consequentemente, sua eficácia. O atrito da pele com pijamas, cobertas e lençóis pode retirar o repelente de sua pele, tornando-o ineficaz. Portanto, ao dormir, é realmente importante impregnar o mosquiteiro com repelente. Espirre o repelente no mosquiteiro, cobertores, lençóis e fronhas afim de não deixar o mosquito chegar perto.


Muito bom compartilhar com vocês o que aprendi na palestra! Espero que todas essas dicas e observações ajudem na proteção da sua família e no extermínio do mosquito que tanto nos apavoram.


IMG_5469

Se tiverem alguma dúvida, fiquem a vontade em deixar nos comentários! 🙂

Beijos e até mais!!! 

*Esse texto não foi publicidade. Conta com minhas reais impressões dos produtos e achei válido compartilhar com meus leitores, pois amo compartilhar informações e produtos que eu realmente acredito!

**No evento, produzido pelo Laboratório Osler, que fabrica o Exposis, explicaram que o estoque dos meses de novembro/2015 a março/2016 foram embora em dias por causa do pânico que o mosquito causou (não é por menos)! A empresa trouxe mais da França e mesmo assim não foi suficiente para o surto. Mas esse ano será bem mais fácil de encontrar os produtos nas prateleiras, garantiram! 😉

 

 

Comentários

comentário

  • Adriano Bisker

    Em 07.11.2016

    Adorei o seu post! Explicativo, bem demostrado, tirou todas as dúvidas! E as dicas de produtos? Vários que não conhecia! Usamos o Exposis.

  • Ana Claudia

    Em 07.11.2016

    Excelente o seu post. Momento bem propício para divulgar e compartilhar essas informações. É preciso estar atento e prevenção é o melhor a faze.

  • Tatiane Gallas

    Em 07.11.2016

    Ótimas dicas! E muito informativo, precisamos ficar atentas e dar um chega pra lá nesses mosquitos chatos.

  • melissa

    Em 07.11.2016

    Aqui usamos sempre o exposis, não dá pra vacilar com as crianças!!