H1N1: o que você precisa saber!

Em 01.04.2016   Arquivado em Mundo Mãe

Causando mais de 40 mortes e detectada em 11 Estados no Brasil, sendo que ainda estamos no outono, a gripe H1N1 já está causando um surto no país deixando muitos pais preocupados. Por isso, vamos tirar algumas dúvidas sobre ela logo abaixo para  você proteger sua família.

A doença

Gripe A, também conhecida como H1N1, é causada por um subtipo distinto do vírus influenza, o que resulta numa doença respiratória aguda, diferente de uma gripe comum.

Sintomas

Os sintomas são:

  • febre alta;
  • coriza;
  • dor de garganta;
  • dificuldades para respirar;
  • mal-estar;
  • fortes dores no corpo;
  • dor de cabeça.

Como transmite?

Ela é transmitida de pessoa para pessoa por meio das mãos, boca e narinas. Portanto, confira algumas dicas de como evitar essa doença:

  • lave as mãos sempre que lembrar para desinfectar de lugares que você as colocou;
  • faça bochecho de água morna com sal, 3x ao dia;
  • limpe as narinas pela manhã e antes de dormir com agua morna e sal, usando uma haste flexível para a limpeza;
  • beba chá quente durante o dia, pois o chá ajuda a levar as impurezas da garganta ao estômago e lá o vírus morre por conta do ácido;
  • beba suco de frutas cítricas espremidos na hora, pois contem alto índice de vitamina C;
  • tome vitamina C que tenha zinco, para que seja bem absorvido.

Se proteja!

bebe tomando vacina

getty images

Existem 2 tipos de vacina da gripe:

Trivalente: é distribuída na rede pública e combate os vírus tipo A H1N1, tipo A H3N2 e o vírus do tipo B, de gripe comum.

Tetravalente: é aplicada apenas em clínica particular e combate 2 linhagens da gripe A e 2 linhagens da gripe B.

A vacina trivalente, distribuída gratuitamente na rede pública, atende os grupos considerados de risco. São eles: crianças (de 6 meses a 5 anos), gestantes, mulheres que tiveram bebê nos últimos 45 dias e idosos. A campanha de vacinação teria início dia 30 de abril, mas o Estado de SP resolveu antecipar para o dia 11, para tentar controlar o surto.

Já a vacina tetravalente é aplicada em qualquer pessoa que queira se proteger. Os valores variam de R$ 120,00 a R$ 230,00, no Estado de SP. As vacinas chegam nas clínicas entre os meses de março e abril.

Efeito e imunidade

Após 14 dias da aplicação é que a vacina inicia a proteção, mas após 30 dias ela te deixa imune.

Dependendo do paciente, a vacina garante a imunidade de 8 a 12 meses, por isso é recomendado a vacinação uma vez ao ano.

 

É isso aí, vamos nos proteger e proteger nossa família! Com doença não se brinca!

Beijos e ótimo fim de semana seguro! rs 

 

Fonte: Dra. Sofia Bauer e UOL.

Comentários

comentário

  • Mariana Ferreira

    Em 01.04.2016

    Acabei de dá vacina na clínica particular, pois no meu estado só chega no final do mês não tem como esperar.. Parabéns pelo post. Bj

  • Alê Nunes

    Em 01.04.2016

    Muito bom, matéria simples com tudo que precisamos saber!
    Alê
    http://www.dafertilidadeamaternidade.com.br

  • Fanny

    Em 01.04.2016

    Laís querida
    Eu já tive essa gripe Qdo voltei do Chile a passeio. Estava no auge da gripe suína. Eu passei muito mal. Meu marido Tb. Então para não passar por isso de novo vamos todos nos vacinar

  • Carol

    Em 01.04.2016

    Obrigada! Ando apavorada com isso! 😘

  • Mila

    Em 01.04.2016

    Em tempos de surto, informações são sempre bem vindas! !! As vezes até nos esquecemos de algumas atitudes e métodos para a prevenção que fazem toda a diferença né? Por aqui estamos todos em alerta, e cuidando sempre da higiene.

    Beijos, Mila ( @mundodamae )

  • Tatiane Lopes Pereira

    Em 01.04.2016

    Lá matéria ótima! informação é a melhor prevenção. bj

  • Jacky lima

    Em 01.04.2016

    Aqui em casa estamos fazendo de tudo para nos proteger enquanto a vacina não é liberada.

  • Mariana

    Em 01.04.2016

    Estava apavorada Lá ainda bem.que chegou a vacina nos UBS também.
    bjs
    Mari