Cuidado! Consumo excessivo de álcool afeta a fertilidade

Em 08.02.2016   Arquivado em Mundo Mãe

Com a chegada do feriado de carnaval, muitas pessoas exageram nas comemorações com o abuso de bebidas alcoólicas. Muitos homens e mulheres entendem que os perigos deste excesso se limitam a acidentes automobilísticos, brigas e a famosa ressaca do dia seguinte. Entretanto, o médico gaúcho João Sabino da Cunha Filho, diretor do Centro de Reprodução Humana Insemine, explica que o álcool pode afetar de forma direta a fertilidade de ambos os sexos.

“No homem, o álcool reduz os níveis de testosterona e a qualidade e quantidade do espermatozoide. Pois, as células produtoras de testosterona atrofiam e há uma diminuição dos hormônios masculinos. O álcool pode, também, afetar o desejo sexual e levar a impotência por danos causados nos nervos ligados a ereção”, menciona Sabino.

Já nas mulheres, esclarece o médico, o álcool pode afetar a produção hormonal feminina, causar a infertilidade, afetar as características sexuais, suspender a ovulação ou a qualidade dos óvulos. “Em uma mulher com idade entre 20 e 30 anos, a taxa de fecundidade varia entre 30-35%. Já em uma mulher com idade a partir dos 40 anos, este índice se reduz a 5%. Mesmo aos 25 anos, no auge da capacidade de reprodução, a mulher que abusa do álcool tem a chance de uma gravidez equiparada a de uma mulher de 40”, ressalta.

casal com infertilidade

No casal, a competência reprodutiva é reduzida entre 30 e 50% com a ingestão diária de 200 mililitros de vinho ou uma garrafa de cerveja. Então, se vocês estão pensando numa gravidez, o melhor a fazer é cortar ou minimizar o consumo de álcool para as chances de engravidar serem maiores.

Por isso, tenha cautela na hora de ingerir bebidas alcóolicas. Pense em você, no seu parceiro(a) e no futuro baby que pode vir! ♥

Beijos e ótima semana!! Aproveite o feriado de forma consciente! 🙂

 

Fonte: Camejo Comunicação Empresarial

Comentários

comentário