Categoria "Mundo Mãe"

Método Montessoriano – O que é? | Especial Montessori

Em 15.09.2016   Arquivado em Mundo Mãe

Olá, tudo bem? Hoje vamos falar um pouco sobre o Método Montessoriano que vem sendo cada vez mais discutido e querido pelas famílias brasileiras.
Quando estava grávida do Pedro, pesquisei muito a respeito desse quarto, brinquedoteca e amei, mas por ser “novidade” no país 3 anos atrás, as coisas para montar o cômodo ainda eram muito caras e de difícil acesso, por isso fiz o quarto tradicional para ele. Hoje vou contar como esse método surgiu! Sabia que ele foi aplicado primeiramente nas escolas? Confira aqui:

1a

O que é

O Método Montessori é um conjunto de saberes, práticas e propostas cuja metodologia dá ênfase a independência, liberdade com limites e respeito pelo desenvolvimento natural das habilidades físicas, sociais e psicológicas da criança.

A educadora, imbuída do dom da pesquisa científica e do olhar observador, Maria Montessori, analisou o comportamento infantil, sua inegável espontaneidade, e a partir desta avaliação elaborou a metodologia mais apropriada para elas. Entre suas inovações destaca-se a construção de um ambiente escolar próprio para a infância, distinto do universo adulto no qual as crianças não se encaixam.

O método Montessori opõe-se aos métodos tradicionais que não respeitam as necessidades e os mecanismos evolutivos do desenvolvimento natural da criança. O ponto mais importante do método é a possibilidade de libertar a verdadeira natureza do indivíduo, para que esta possa ser observada, compreendida, e para que a educação se desenvolva com base na evolução da criança, e não o contrário.

Montessori no quarto

Na mesma linha se propõe um ambiente doméstico, onde os objetos – brinquedos, espelhos, mesinhas e outros, destacados por Montessori – tem papel preponderante no seu trabalho educativo, pois pressupõe a compreensão das coisas a partir delas mesmas, tendo como função a estimular e desenvolver na criança  um impulso interior que se manifesta no trabalho espontâneo e individual de cada pessoa.

quarto mobiliado no estilo montessouriano

Exemplo de quarto montessoriano. Imagem: Pinterest

Com objetos acessíveis e seguros, a criança tem liberdade para explorar seus limites e testar a si mesma e ao ambiente, dando vazão à curiosidade e encontrando meios e caminhos para internalizar experiências ricamente úteis. Assim, recomenda-se organizar o quarto e outros ambientes para a criança e não para o adulto, seguindo na perspectiva da criança com empatia e possibilitando tal exploração de forma segura e saudável.

{Aguarde que semana que vem terão lindos quartinhos para você se inspirar! 😉 }

Sobre a autora

Maria Montessori, italiana, foi uma educadora, médica, católica cristã e pedagoga. Ao ser impedida de clinicar (na época não se admitia uma mulher examinando o corpo de um homem), iniciou um trabalho com crianças com necessidades especiais na clínica da universidade, vindo posteriormente dedicar-se a experimentar em crianças, sem comprometimento algum, os procedimentos usados na educação dos que tinham algum comprometimento. Observou, também, crianças que brincavam nas ruas e criou um espaço educacional para estas crianças – a Casa dei Bambini.

Tornou-se então conhecida pelo método educativo que desenvolveu e que é muito praticado, sobretudo na Europa.

8a

Gostou? Já conhecia? Você usou ou usa esse método na sua casa?

Na próxima semana falaremos dos quartos! Terá dicas de móveis, exemplos de quartinhos e tudo acessível para nós! ♥ Já penso em fazer esse método para o próximo baby!! hahaha

Se você ficou curioso e quer saber mais sobre “montessoriano”, indico a página Ticos e Piticos! Estou encantada por ela!

Beijos e até mais!!! 

Esse post foi feito em parceria com Ticos e Piticos.

Conversa de adulto também é para crianças

Em 08.09.2016   Arquivado em Mundo Mãe

Que atire a primeira pedra a mãe que nunca falou: “isso é conversa de adulto”, quando o filho questionou sobre algo polêmico ou delicado. Não condeno essa típica frase, até porque realmente acredito as crianças podem ser poupadas de alguns diálogos. Porém, acho importante avaliarmos se não estamos usando a desculpa da “conversa de adulto” apenas como uma válvula de escape para não falar sobre assuntos sérios.

 mae conversando com filho

Nós precisamos conversar sobre política, bullying, educação, sexo, trabalho e muito mais com crianças. A princípio, isso pode parecer um choque, já que a sociedade não está acostumada a tocar nesses assuntos desde a infância. Mas a verdade é que se trata muito mais sobre como você vai falar do que sobre o que será discutido.

 

É evidente que você não vai detalhar a complexidade política que vive o país com seu filho de 5 anos, por exemplo. Mas ao explicar que algumas coisas são de todos (públicas) e outras pertencem a alguém (privadas) já estamos falando sobre política. Esse é apenas um exemplo de como podemos simplificar temas que são extremamente importantes de serem introduzidos ainda na infância.

 

Se mesmo assim você não consegue trazer os temas delicados para o mundo das crianças, vale à pena recorrer a outras possibilidades. A tecnologia pode ser uma ótima aliada nesse sentido: temos aplicativos, desenhos, filmes, jogos e outras plataformas que têm um viés socioeducativo e uma linguagem acessível para crianças. É importante acompanha-los nessas atividades e verificar que tipo de conteúdo eles têm consumido.

 

É verdade que é muito mais fácil negligenciar os assuntos polêmicos e postergar ao máximo o momento de falar sobre eles. Mas, dependendo do caso, isso pode gerar consequências sérias às crianças. Por exemplo, é muito mais saudável que elas aprendam com você o que é bullying, ao invés de só entender a gravidade do problema depois de praticar ou sofrer na pele.

 

Além de evitar futuros desconfortos, conversar sobre tudo com seus filhos só traz benefícios. Certamente você ganhará ainda mais a confiança deles, pois se você está aberta a falar sobre assuntos sérios, eles também estarão dispostos a contar seus problemas. Por fim, tendo contato desde cedo com questões relevantes, é natural que a criança amadureça mais rápido e se torne alguém muito mais consciente.

 

Não é uma tarefa fácil e o caminho mais simples é deixar a “conversa de adulto” para depois. É difícil apontar o certo e o errado nessa história toda, assim como não existe uma fórmula mágica para tocar em temas delicados. O mais importante é fazer uma reflexão na família e verificar se o que você deixa de contar ao seu filho não pode prejudica-lo no futuro.

 Beijos!!!

Esse texto foi escrito por Fabiany Lima.

*Fabiany Lima é mãe de Gêmeas, escritora de livros infantis e criou o aplicativo Timokids, que oferece livros e jogos socioeducativos com ilustrações em 3D narrados e legendados em 4 idiomas e que estimula a interação da família.

Quais doenças o mastologista pode ajudar a prevenir?

Em 18.08.2016   Arquivado em Mundo Mãe

Vamos falar um pouco sobre a saúde de nós, mulheres? 

cancer de mama

Prevenir doenças é a melhor e mais sensata decisão que se pode tomar para manter a saúde em dia e, mesmo quando é necessário se submeter a um tratamento ou procedimentos cirúrgicos, sempre o melhor caminho é o da medicina preventiva, pois como o nome já diz, tudo quando descoberto no estado inicial é sempre mais fácil de resolver e quando não há nenhuma doença melhor ainda, é bom para se conhecer e saber que está tudo bem.

Os profissionais de saúde nos orientam para ter atenção quanto a saúde física e mental, estamos em uma época em que se trabalha muito, são muitos os compromissos diários, as informações que chegam até nós a todo o momento, e ainda ter tempo para se cuidar, estar com os amigos, família, ter tempo para o romance e ser saudável e feliz.

É possível lidar com tudo isso, claro que não ao mesmo tempo, o ideal é administrar melhor o tempo para caber tudo sem causar estresse, por isso é importante fazer exercícios. Foi comprovado que atividade física, se você não quiser ir para academia pode ser até caminhadas regulares, o que não pode é deixar de se mexer para melhorar o condicionamento físico, bom para emagrecer e manter o peso, ter mais disposição entre outros benefícios.

Bem, mas a proposta é falar sobre quais as doenças em que o mastologista pode ajudar, uma delas é o câncer de mama que é uma doença perigosa e silenciosa, mas pode ser detectada no estágio inicial o que favorece o tratamento com possibilidade de cura de 100%.

O médico mastologista não se limita apenas a uma doença, por conta do câncer de mama ser a doença que requer mais atenção na mídia, outras patologias sérias que podem acometer a mama não são muito citadas, dentre elas estão: mastite, tumores benignos na mama, alterações funcionais e outras que para serem diagnosticadas corretamente é preciso consultar o médico mastologista.

Hoje em dia, além da mamografia há outros exames de mama que o médico pode solicitar, um deles é o tomossíntese que é um exame avançado que fornece imagens em 3D e bidimenssional, com ele as chances de detecção de doenças, incluindo o câncer de mama é superior a mamografia digital, um dos mais eficazes, mas a decisão quanto ao tipo de exame que a paciente irá fazer é do médico.

O importante é não deixar de consultar seu médico e ficar bem com sua saúde, ok?! 🙂

Beijos!!! 

Carona solidária para ir a escola

Em 17.08.2016   Arquivado em Mundo Mãe

Tradicionalmente, o fluxo de veículos nas ruas e avenidas aumenta consideravelmente em período escolar, e é comum filas duplas em horários de pico como no período da manhã, horário de almoço e final da tarde. É uma maratona para muitos pais, mas outras pessoas acabam sendo prejudicadas pelo excesso de trânsito com reflexo para várias vias importantes da cidade.

Para ajudar a evitar congestionamentos, economizar despesas com o veículo e colaborar com o meio ambiente, o Blog Mamãe Antenada junto com a Ford dá algumas sugestões sobre atitudes básicas para formar um grupo de carona solidária, prática cada vez mais útil na alternância de automóveis para deslocamento de duas ou mais pessoas para a escola.

  1. Primeiro, é necessário selecionar interessados que vivem na mesma região e tenham crianças estudando na mesma escola ou em outras próximas.

  2. Definir claramente a rota e locais de ponto de encontro para busca e o retorno das crianças. Realizar um sistema de rodízio entre os pais, que pode ser semanal.

  3. Criar um grupo no celular para comunicação instantânea tipo Whatsapp, Telegram ou Mensenger, facilitando o contato direto entre os responsáveis. (Também ajuda a informar imprevistos durante o percurso) {Neste sentido, por exemplo, os carros da Ford possuem o sistema de conectividade SYNC, muito útil, porque opera por comando de voz e tem acesso aos recursos do celular, como telefone e navegador. Isso permite uma direção mais segura, com o motorista mantendo sempre as mãos no volante}

  4. Certificar-se sobre a segurança dos ocupantes antes de iniciar o trajeto. Mesmo em distâncias curtas, é obrigatório que todos estejam usando cinto de segurança, inclusive no banco traseiro, o que é exigido também para as crianças. Segundo resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), caso a criança tenha menos de 1,45 m de altura, é obrigatório ainda o uso de cadeiras infantis, que podem variar de acordo com idade e peso. {Nos veículos da Ford, eles vêm de fábrica com o sistema Isofix de fixação destes equipamentos, o mais seguro do mundo. Na linha de acessórios, tem ainda cadeiras infantis homologadas pelo Inmetro, órgão que fiscaliza a conformidade de produtos e serviços} 

    Tipos de cadeirinhas para transportar as crianças com segurança

    Tipos de cadeirinhas para transportar as crianças com segurança.

  5. Nunca parar em fila dupla porque, além de prejudicar o tráfego de outros veículos, as estatísticas mostram que podem causar acidentes. É recomendado chegar à escola com alguma antecedência, para pegar lugar apropriado para estacionar.

  6. Reunir todas as crianças durante embarques e desembarques, facilitando a organização para maior segurança.

  7. Manter os ocupantes entretidos, evitando agitação e “bagunça”.  Conforme a idade, alguns brinquedos ou jogos podem ajudar a passar o tempo, tornando o percurso uma experiência mais divertida e a chegada às aulas, mais prazerosa.

Aqui, em alguns dias da semana fazemos a carona solidária, pois Pedro tem um coleguinha que estuda na mesma escolinha e estamos torcendo para ano que vem outro vizinho entrar na mesma turma para aproveitarmos e compartilhar da carona solidária! 😉

Lembre-se: o trânsito consciente é uma responsabilidade de todos

Beijos e ótimo dia!! 

 

Sobre a Ford Motor Company

A Ford Motor Company é uma empresa global automotiva e de mobilidade, com sede em Dearborn, Michigan, nos Estados Unidos. Com cerca de 201.000 empregados e 67 fábricas no mundo, tem como principais atividades o projeto, manufatura, marketing, financiamento e serviços da linha completa de carros, caminhões, SUVs e veículos elétricos da Ford, assim como dos veículos de luxo da Lincoln. Ao mesmo tempo, a Ford investe agressivamente em oportunidades emergentes por meio do Ford Smart Mobility, plano da empresa para ser líder em conectividade, mobilidade, veículos autônomos, experiência do cliente e análise de dados. A companhia fornece serviços financeiros por meio da Ford Motor Credit Company. Para mais informações sobre a Ford, seus produtos globais ou a Ford Motor Credit Company, acesse www.corporate.ford.com.

Página 5 de 231 ...123456789... 23Próximo